29/11/07

Um disco que cresce: The Fiery Furnaces


À primeira audição estranha-se mas depois o àlbum cresce e fica cada vez melhor. Gosto de discos heterogéneos, que me surpreendem a cada faixa. «Widow City» é assim, a próxima canção será sempre uma experiência inédita. E a segunda música «Duplexes of the Dead» é tão boa que merece ser tocada em «repeat» pelo menos umas 28 vezes.

7 comentários:

oaktree disse...

Comprei hoje a edição em vinil (duplo, por sinal). Deve ser um dos raros casos em que o vinilo é mais barato do que o CD. E já o CD não está nada caro.
***

sam disse...

tá dificil deles fazerem algo no nível de Blueberry Boat denovo.. o bitter tea foi ótimo tb.. mas o Widow City, além da capa horrível.. muito Luciano Bruno, Julio Iglesias, e o site estar muuuuito safado tb, o disco é pior que o Gallowsbird's Bark

foi mais decepção do que ouvir o ultimo disco do architecture in helsinki...

Mas ow.. será que c num tem ae o segundo disco do Gay Dad naum?

Wellington Almeida disse...

Oaktree: Sério? Posso perguntar onde compraste? É que nc Fnac o cd tá 12,95 não consigo imaginar o vinil mais barato que isto...


Sam: Bom, então deve ser por isso que gosto muito do disco. Sou um iniciado no universo da banda.. sempre os ignorei mas este «Widow City» pegou-me de jeito.

Não entendi a pergunta sobre o Gay Dad. Mas não tenho não o disco..

oaktree disse...

Podes sim. Foi na Louie Louie. E conseguiu bater o preço da Fnac: 12,50€! :)
Entretanto, já o estive a ouvir, e também gostei bastante da 'esquizofrenia'.
***

O Puto disse...

Apesar de ser um disco enorme e com muitos temas, toda aquela bizarria consegue prender a audição.

O Puto disse...

Não sabia que os Gay Dad tinham lançado um segundo álbum. O primeiro tinha uns singles engraçados, mas não era nada de especial.

sam disse...

o lance do gay dad é se c tinha o segundo disco deles..
mas bah, puto!, os caras fizeram mais barulho na inglaterra em 98 do que strokes por lá... e o primo disco é bom demais... queria ouvir o segundo...