16/12/09

'500 days of Summer'

Li em todo lugar que o estreante Marc Webb subverteu a comédia romântica americana com '500 days of Summer' e levou-a a outro patamar. Eu discordo completamente por uma única razão: '500 days' não é uma comédia. É sim um conto ácido de amor - apesar do narrador anunciar logo no começo que não é - com um pedaço de vidro espetado no coração. Mas não é nunca uma comédia. Quando faz graça, sorrimos amarelo. Aqui não há redenção, não há joguinhos de sedução e não há final feliz. É tudo brutalmente despejado à nossa cara com uma sinceridade tão dilacerante que quando os créditos sobem é muito difícil não verter uma lágrima. Há uma cena em '500 days' que de tão real que é, ficou ecoando na minha cabeça horas depois de ter visto o filme. Na cena, Summer (Zooey Deschanel, linda) está na cama com Tom (Joseph Gordon-Levitt ainda melhor que em 'Mysterious Skin') contando sobre seus ex namorados. 'Mas e aí, o que aconteceu?' Tom pergunta intrigado em saber porque seus relacionamentos não duraram. E Summer com a maior naturalidade do mundo, como que a um nível acima dos pobres mortais que ainda não entenderam essa coisa misteriosa e complexa que são as relações humanas, responde 'o que acontece com todos os relacionamentos: life'. Ouvir isso é como levar uma facada nas costas. E quando vem da boca do seu objecto do desejo, quando a paixão está no seu ápice romântico, é de uma crueldade sem fim. E só quem nunca passou por isso, vê '500 days of Summer' como uma simples comédia romântica. Marc Webb fez um filme sobre o amor e sobre os buracos negros que são os relacionamentos. E ele sabe muito bem do que está falando.

5 comentários:

Anónimo disse...

Lindo Well!
Adorei filme e concordo com suas belas palavras. me lembrei do Prince "this is not a love song"

:(

beijos friorentos
Cris

Sofia Pissarra disse...

OLá amigo!! ainda pela terra dos Nazis??!!! Sim, adorei o filme, e também concordo contigo!! e a banda sonora, que tal?! Continua postando!!! beijinhos e que corra tudo bem contigo!!

Wellington Almeida disse...

Sofia! que surpresa!

Obrigado pelo comentário. Ne verdade, tenho um post falando da música do filme, só que não cabia neste então dividi em dois. quando a preguiça deixar, eu posto.

Ainda tou sim em Berlin, volto no final de julho, infelizmente :(

Piada de Nazi aqui é proibido! hahah

E você, ja voltou com o blogue a mil por hora?

Nekas disse...

Que filme! E que surpresa!
Um dos mais espectaculares filmes de dramedia e que não figurou no meu top do ano pela razão de não estrear nos Cinemas Portugueses em 2009 e irá ser um direct-to-DVD e em 2010 possa ser que apareça na lista!

Abraço
http://nekascw.blogspot.com/

Wellvis disse...

Poisé, alguns dos meus filmes do ano tbm não estrearam em Portugal este ano, como 'Precious' mas como não estarei em Portugal até julho, estou perdoado ;)

PS. 'dramedia' é mto bom ahahahaha