03/11/11

Os Phantogram estão de volta



Alguém aí se lembra dos Phantogram? O duo de Saratoga Springs, composto por Josh Carter e a lindíssima Sarah Barthel lançaram o seu debut em 2009 e, fora dos Estados Unidos, foram completamente ignorados. O disco «Eyelid Movies» foi uma das estreias mais promissoras dos últimos anos (incluídos aqui no Prepúcio entre as melhores músicas e discos de 2009) com concertos esgotados lá no hemisfério norte e abrindo para bandas como Metric, Caribou, The xx e Yeasayer. Porém, continuavam ilustres desconhecidos na Europa e no Brasil. 
O disco fazia uma espécie de releitura da música pop eletrônica dos anos 2000. Por entre sintetizadores e guitarras cortantes, a voz cristalina de Barthel (por vezes se revezando com a de Carter) dava um clima lírico àquele conjunto de onze canções, como se eles tivessem encontrado a fórmula mágica de criar canções pop perfeitas. Me fez lembrar uma outra estreia deslumbrante, a dos Portishead, lá no longínquo ano de 1994. Esta semana os Phantogram editam novo disco, o EP «Nightlife» que a revista Spin disponibiliza para audição na íntegra aqui. O disco não chega a superar a qualidade do seu antecessor mas ajuda a entender a fase de amadurecimento do som que a banda produz. E que venha logo o próximo!

Sem comentários: